Alunos da Pós Esamaz participaram de atividade sobre orientação e mobilidade para deficientes visuais

  • Publicado em 17/01/2018
  • Notícias Pós-graduação
  • 428

No último sábado(13), alunos do curso de Educação Especial na Perspectiva da Inclusão participaram de atividade sobre a importância da orientação e mobilidade para pessoas com deficiência visual, na unidade Arcipreste, em Belém. A dinâmica faz parte da disciplina Mediação Pedagógica: No Déficit Visual ministrada pelo professor Diogo Souza.

Na atividade de orientação e mobilidade, os alunos tiveram que percorrer um trecho das dependências do prédio com os olhos vendados e com alguns obstáculos ao longo do percurso. No decorrer do trajeto, o aluno teve o auxílio de um colega de classe para ajudar na condução, ao finalizar o trajeto, os alunos reversavam, quem estava com os olhos vendados conduzia e quem estava conduzindo ficava com os olhos vendados.

Diogo Souza, professor da disciplina Mediação Pedagógica: No Déficit Visual, explica que os alunos que estavam vendados precisarão desenvolver outros sentidos, já que a visão representa 75% do nosso sentido. “[...] quando vendamos o aluno para que ele e passe por esse processo ele acaba se sensibilizando um pouco mais dentro da realidade do aluno com deficiência visual”, explicou Diogo.

Para Marilsson Santos, essa atividade foi muito ‘válida’ e bastante inovadora, pois somou teoria com a prática. “[...] aprendemos como lidar com essa situação, essa prática de direcionar o colega foi um ganho há mais para nós”, explicou Marilson.

Vanessa Aleixo, graduada em Pedagogia, destacou que essa dinâmica ajudou a se colocar no lugar das pessoas que tem esse tipo de dificuldade. Para Vanessa, foi possível perceber que nem todos os locais são acessíveis aos deficientes visuais.

Veja fotos: 

Galeria de Imagens