Assistência de enfermagem em psiquiatria e saúde mental

  • Publicado em 24/05/2017
  • Notícias Curiosidades
  • 657

A enfermagem é conhecida como uma profissão de ajuda, complexa e multifacetada. Há uma ampla variedade de elementos que entram em sua composição e em sua prática, sendo um desses elementos o cuidar. O cuidar envolve, basicamente, duas pessoas que devem estar presentes na situação e no ambiente de cuidado, ou seja: uma pessoa que assume o papel de cuidador e outra que assume o papel de ser cuidado.

Neste contexto, a enfermagem, ao longo de sua história como profissão, vem acompanhando as mudanças ocorridas na sociedade. Isso tem exigido dos profissionais dessa área reflexões sobre a maneira como cuidam das pessoas, levando em consideração a individualidade delas e a organização de suas ações.

Atualmente, para que a equipe de enfermagem seja capaz de prestar os cuidados com mais qualidade, os profissionais buscam especializar-se. E no campo da Saúde Mental e da Psiquiatria não é diferente. A enfermagem nessa área também se construiu e modificou-se a partir das crenças a respeito da loucura, da doença e do doente mental.

 A enfermagem psiquiátrica é aquela em que o enfermeiro auxilia as pessoas individualmente ou em grupos de modo que elas possam desenvolver um autoconceito mais positivo e um melhor relacionamento social. Infelizmente, o assunto não vem sendo difundido pelos profissionais da área nas bases de dados nacionais.

Fica evidente a necessidade de o enfermeiro buscar conhecimentos e habilidades específicas para realizar suas ações de maneira mais organizada nas áreas de Saúde Mental e Psiquiátrica, de modo a contribuir com uma assistência de qualidade, além da valorização profissional.

Fonte: Universidade Brasil.