Como vencer as principais dificuldades durante a Pós-Graduação

  • Publicado em 23/08/2017
  • Notícias Pós-graduação
  • 250

Você, finalmente, conseguiu ingressar na pós-graduação. Mas a carga de trabalho excessiva, a falta de tempo para a vida pessoal e as dificuldades em lidar com os resultados da pós surgem como novos entraves. Por isso, selecionamos algumas dicas que podem ajudar você a encarar e viver os dias de pós com mais tranquilidade.

O trabalho é maior do que você pensava

Ao contrário da graduação, na pós é você quem concentra a maioria das atividades de trabalho. Ou seja, é você que terá que estar preparado para resolver por si mesmo os problemas na maior parte do tempo. Mas lembre-se que você não está sozinho nessa jornada. Um bom trabalho de mestrado ou doutorado é mérito tanto do aluno como do seu orientador. E mesmo nas especializações lato sensu, os orientadores podem dar uma força na reta final. Por isso, conte com ele quando estiver perdido sobre o rumo e os objetivos da pesquisa ou do curso. Divida também as dúvidas com seus colegas e delegue algumas tarefas quando for possível. Assim, você não concentrará tantas atividades e conseguirá equilibrar melhor algumas funções. 

O calendário de entregas é muito rígido

No caso de mestrados e doutorados, por conta das avaliações da Capes, os orientadores costumam ser bastante rígidos em relação aos prazos. Tente segui-los sempre que possível para garantir melhores resultados. “Os alunos que cumprem esse calendário tendem a ter um bom resultado final porque tiveram tempo para arrumar o que foi preciso”, explica Bertoldo Schneider Jr, coordenador da pós-graduação em Engenharia Biomédica da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Falta tempo para tudo

Essa é uma das maiores queixas entre os pós-graduandos. Na hora de organizar o tempo, cronogramas podem ajudar. Por isso, faça e siga os esquemas de prazo, e de tempos em tempos, refaça o cronograma, ajustando as novas datas para planejar e organizar melhor o seu trabalho. Mas, para conseguir segui-los à risca só com muita disciplina mesmo. “É claro que sacrificar uma boa parte da sua vida traz estresse. Às vezes temos que adiar até mesmo um projeto de vida por conta da pós. Mas a disciplina se torna libertadora quando pensamos que é ela que nos dará condições para cumprir com os compromissos que nos permitirão alcançar uma grande meta no futuro”, explica Flávia Marques, orientadora profissional da Colmeia.

Por isso, tente impor alguns limites nos seus horários, principalmente no tempo usado na internet e evite a procrastinação.

Quando for utilizar a internet defina antes o objetivo da pesquisa e mantenha o foco antes de se perder no mar de vídeos do youtube ou nas mensagens do facebook. Mas se ainda assim o autocontrole estiver difícil, alguns softwares e sites como o Stay Focusd e o Minutes Please podem ajudar você, bloqueando o acesso àquelas páginas nas quais você perde mais tempo por períodos determinados. Com isso, você vai conseguir otimizar o seu tempo e entregar a tese no prazo combinado.

Em busca do trabalho perfeito

Na pós, um trabalho de excelência é desejável e abre muitas portas. Mas analise sua rotina e veja se você não está sendo perfeccionista demais ao se atentar a muitos detalhes, impedindo que a pesquisa ou o texto final sigam adiante. É claro que revisar tarefas é fundamental, mas o excesso de ajustes e rearranjos no trabalho pode impedir que ele flua, o que pode acabar comprometendo o resultado final e o prazo de entrega da sua tese.

Fonte: Guia do Estudante.