Mercado de trabalho para Serviço Social

  • Publicado em 05/05/2017
  • Notícias Curiosidades
  • 734

Serviço Social é uma carreira que está em ascensão no Brasil. O campo de atuação, que antes costumava ficar restrito à esfera pública, agora se estende para empresas privadas de diversos portes. De uns anos para cá, ficou mais fácil encontrar assistentes sociais nos setores de Recursos Humanos e Responsabilidade Social de indústrias, mineradoras, empresas de engenharia, de cosméticos e tantas outras.

O mercado de trabalho para assistentes sociais tem se expandido bastante nos últimos anos, graças à diversificação de talentos dos profissionais da área. Se antes eles estavam muito focados no campo de atuação tradicional, agora há todo um mundo novo a ser explorado.

No Brasil, a carreira de assistente social é regulamentada por lei desde 1957. Para atuar na área é preciso ter formação superior em Serviço Social e registro no Conselho Regional de Serviço Social (CRESS). Órgãos públicos municipais, estaduais e federais das áreas de Saúde, Assistência e Previdência Social são os que mais empregam assistentes sociais no Brasil. Conseguir uma vaga nesses locais, no entanto, exige investir tempo e estudo para passar em um concurso público.

Campo de atuação tradicional

  • Entidades Filantrópicas
  • Escolas e Universidades
  • Presídios e Casas de Recuperação de Menores
  • Centros de Saúde
  • Sindicatos
  • Creches 

 

Novo campo de atuação

A partir do momento em que as empresas se deram conta de que era preciso valorizar seus funcionários e melhorar a qualidade de vida das pessoas impactadas pela atividade econômica da companhia, a presença de um assistente social tornou-se indispensável. A exigência de setores da sociedade para que as empresas tenham uma conduta mais responsável e minimizem o impacto socioambiental de suas atividades econômicas permitiu aos assistentes sociais trabalharem no desenho de projetos de apoio a essas populações.

Campos em crescimento para Serviço Social

Mesmo com a estagnação da economia, dois campos de atuação têm se mostrado especialmente atraentes para os assistentes sociais. O primeiro são os hospitais. As grandes redes privadas de saúde têm buscado profissionais que trabalhem no amparo aos doentes e às famílias, orientem sobre tratamentos mais pesados e ajudem na busca por auxílios na rede pública.

O outro são as empresas de engenharia, que têm grandes projetos de infraestrutura e impactam a vida de muita gente em todas as regiões do Brasil. Nessas duas áreas foram encontradas as médias salariais mais altas pagas a assistentes sociais em todo o País. A consultoria também tem crescido, especialmente junto às empresas de pequeno e médio porte.

Fonte: Guia de Carreira.